Agência da Boa Notícia promove o Fórum Comunicação e Pós-Verdade: A Notícia Falsa e a (des)Informação

1609

A Agência da Boa Notícia promove em 5 de dezembro, às 19 horas, o Fórum Comunicação e Pós-Verdade: uma discussão sobre a notícia falsa e a (des) informação. Na ocasião, serão revelados os vencedores do Prêmio Gandhi de Comunicação 2018. O evento acontece no Auditório Deputado Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará.

O tema do fórum anual será em torno do fenômeno da comunicação conhecido como “fake news”, apresentando-o como um produto da era da Pós-Verdade.

Para debater o assunto farão parte da mesa a jornalista Letícia Alves, integrante do “Projeto Comprova”, uma iniciativa que reúne 24 veículos de comunicação para combater a desinformação nas redes sociais; Vânia Tajra também jornalista e Doutora em Ciências da Comunicação, abordará o Marco Civil da Internet no Brasil e a transição para um modelo de democracia digital; e o advogado Robson Halley, que falará sobre os riscos institucionais e direitos do cidadão como a vítima da notícia falsa.

O “Projeto Comprova” reuniu 24 veículos de comunicação, do país, entre eles o Jornal cearense O Povo, veículo representado por Letícia Alves, durante a campanha eleitoral. A repercussão alcançou níveis internacionais e está perto de se tornar um projeto mundial de checagem.

O objetivo é combater a desinformação que circula nas redes sociais e que teria influenciado decisões políticas e sociais importantes como a recente eleição presidencial no Brasil, a eleição do presidente norte-americano Donaldo Trump e o Brexit britânico.

O pesquisador Nick Rochlin, da Universidade da Colúmbia Britânica, em Vancouver (Canadá), avalia, que na grande quantidade de notícias disseminadas através das mídias sociais, se criou uma situação na qual plataformas de mídia social como o Facebook ou Whatsapp, tecnologias projetadas para ficar fora do Jornalismo, estão agora cada vez mais entrelaçadas com a informação, e se tornam fontes primárias nas quais as pessoas veem notícias.

Mas, ao contrário das fontes de notícias tradicionais, as mídias sociais como um agregador de notícias permitem que os usuários criem uma bolha de notícias que apenas alimentam suas crenças e opiniões. “Se uma pessoa na minha lista de contatos publica artigos que não gosto, apago-os da minha lista. Eu não preciso ver isso”, constata o pesquisador.

E a partir de um mercado em que as manchetes polarizadas vendem tanto os produtores de notícias “reais” quanto os “falsos”, as relações sociais, opiniões e tendências políticas contribuem para a criação da pós-verdade, conforme a força de um grupo social. A notícia é subvertida na noção de opinião. Uma história neutra e objetiva é substituída por emoções e crenças.

Notícia falsa e Pós-verdade

Para entender como a “notícia falsa” é produto da pós-verdade, observe a definição do termo pelo dicionário Oxford. “Pós-verdade é um adjetivo “que se relaciona ou denota circunstâncias nas quais fatos objetivos têm menos influência em moldar a opinião pública do que apelos à emoção e crenças pessoais”.

Um mundo com a pós-verdade é uma realidade em que acreditar ter crença e fé de que algo é verdade é mais importante do que isso ser um fato realmente.

É, portanto, difícil desmentir uma notícia falsa. Enquanto, na teoria, a fake news pode ser contestada por fatos e evidências, na era da pós-verdade, ela é “legitimada” pela massa que compartilha e curte em mídias sociais.

De acordo com Rochlin, a estrutura dos cliques como recompensas nas mídias sociais é discutida e é revelada como um sistema eficaz, que permite que notícias falsas obtenham uma viralidade desobstruída.

O Fórum Comunicação e Pós-Verdade: uma discussão sobre a notícia falsa e a (DES) informação é uma iniciativa da Agência da Boa Notícia para debater a relevância do tema, bem como sinalizar as ações atuais de combate a “fake news” e jogar luz sobre o processo de democratização da comunicação, a partir do marco civil da internet no Brasil, além de mostrar o que é crime nesse fenômeno.

Serviço

Fórum Comunicação e Pós-Verdade: uma discussão sobre a notícia falsa e a (des) informação
Data: 5 de dezembro de 2018
Horário: 19h
Local: Auditório Deputado Murilo Aguiar – Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (entrada e estacionamento pela Rua Barbosa de Freitas)
Mais informações: (85) 3224-5509
Entrada: gratuita

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Instagram

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here